Assinatura RSS

Antes de tudo.

Publicado em

No início, era nada.

O nada, inexplicável. Quase intangível, que não permite especulações racionais.

O nada não se explica, não pede porquê, licença, não se questiona, não quer ser pensado. 

Ele 

apenas 

existe.

 

O caos se instala sobre o nada, pressionando-o contra as paredes da existência, implodindo e explodindo todos os momentos que se querem agora. Que se fazem agora.

O caos é real. Primitivo e presente. Sempre presente.

Não se pode apalpá-lo. O caos, que assim como o nada não pede licença, só pode ser sentido através de si mesmo. De tudo que é caótico e quente. E ferve. Só é possível senti-lo através das batidas. Do corpo, do som, da terra. Das potestades que pulsam nas origens.

Pulsam até o ápice, o momento em que todas as pulsações e delírios se chocam, em uníssono. 

Até que um grito furioso ecoe no caos, nascendo divino, e a terra apenas respire. Respirem. 

Um deus nunca nasce em silêncio. Ele molda a existência das palavras, dos sentidos, dos gritos e grunhidos vindos das entranhas. Grita e se faz ouvir com as entranhas. Pulsam entranhas e vida, que nasce crua.

Vida

        que

                nasce

                          crua.

                                         Nua.

 A vida sobre o caos.

Passam a caminhar juntos, num diálogo que parece apenas ruído. Ora grita o caos; ora grita a vida. E quando gritam juntos, o divino sempre se manifesta. É assim, desde sempre.

Os deuses não conhecem a solidão. Criam-se uns aos outros, dão vida à vida que lhe deram. Brigam, lutam, amam, odeiam, sangram, bebem, gozam. Dão vida à mortalidade que lhes saiu das entranhas mais profundas.

Criam o efêmero, que já nasce com o peso da morte nas costas. Mas que também é vivo. É carne, sangue, cerne. Osso, pelo, cabelo, fúria. E alma. Almas que se acariciam e que descobrem o mundo a cada respiro.

 

Que seja possível tocar o eterno.

 

Evoé!

Anúncios

Sobre Amanda

Atriz da Cia CemCulpas e escritora de meia tigela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: