Assinatura RSS

Memórias suicidas.

Publicado em

Sonhei com anjos de uma asa só.

A passos descompassados, tortos, mal equilibravam-se.  Donos de memória curta, tentavam a todo momento voar, já esquecidos das tantas e frustradas tentativas anteriores. Daí vinha sua beleza: tinham tantas esperanças, tanta fé num mundo melhor por serem tão efêmeros. Suas memórias eram suicidas que não suportavam o esquecimento. 

Os anjos de uma asa só não envelhecem. São sempre jovens crianças de pés sujos, pele quente e hálito morno. Carregam o frescor de uma vida inteira pela frente, de um sempre que nunca acaba e não requer passado.

São felizes, os anjos de uma asa só. Sofrem as maiores dores, as que os anjos perfeitos não aguentariam. E depois, ao enterrarem tais memórias doloridas e furiosas, que insistem em pulsar sob a terra, eles sorriem. Como se a morte não existisse ou fosse mera alucinação.

 

Um dia o dia amanheceu mais claro do que de costume. As pessoas, sempre apressadas e tão acostumadas a olhar para o chão, não podiam ver. Se olhassem para o céu, veriam que naquele dia, os anjos de uma asa só haviam aprendido a voar.

Os anjos aprenderam e não esqueceriam. Voar seria o fim das memórias suicidas. Fadadas às artimanhas do tempo, as memórias viveriam e envelheceriam com eles. Voar lhes havia dado a finitude das coisas e fazia a utopia parecer distante e infantil, trancada em um retrato preto & branco no fundo de uma gaveta qualquer. Mas não a gaveta do esquecimento. Porque eles não esqueceriam. Recordariam-se de tudo, até o fim. 

E então o mundo, em paz, compreenderia. E choveria ao cair da noite mais clara que já se viu.

Anúncios

Sobre Amanda

Atriz da Cia CemCulpas e escritora de meia tigela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: