Assinatura RSS

Fragmento

Publicado em

Disse da maneira que lhe pareceu mais sincera. Necessitava de um pouco de sinceridade e bons modos para acalmar o coração (o seu e o outro, se é que existia).
Até um café ou um chá quentes seriam mais reconfortantes do que palavras bem medidas, mas ainda sem sentido.
Perdia-se sem grandes cerimônias naqueles mares alheios. Deixava-se levar por dores que não as suas e bruscamente, procurava as respostas que ninguém haveria de ter e de lhe dar. Não para si.
Era mais como se esperasse que um punhado de sinceridade lhe salvasse o dia, a alma, a semana perdida. Agarrava-se na ilusão de um dia, sempre um dia que não o hoje, encontrar a grande resposta, a grande surpresa. Esquecia-se de viver, desaguava-se em sentir e mantinha-se assim, incompleta.

Anúncios

Sobre Amanda

Atriz da Cia CemCulpas e escritora de meia tigela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: