Assinatura RSS

Desamor. (em forma de pseudo-crônica)

Publicado em
E dizia aquilo assim, como quem anuncia que vai até a varanda fumar um cigarro ou comprar pães franceses na padaria da esquina. Mas não ia. Deixava os pães pra nunca mais e o cigarro pra depois. Um depois que não se sabia quando, se é que chegaria. Apesar de todos os medos do mundo e de suas sombras e luzes perfeitas, partia. Silenciosamente, no início. Em seguida, dava pequenos sinais de suas intenções, ainda obscuras para ele mesmo. Talvez se enganasse. Mais tarde, cônscio de si e de seus futuros passos vãos, prostrado em sua inabilidade, falava sobre tudo com uma naturalidade truncada. Não sabia como fazê-lo, então sem ensaios, fazia, dizia, ainda que gaguejasse e mais ninguém pudesse levá-lo a sério. Percebendo seus fracassos em tentar comunicar o indizível, já não ansiava por despedidas e últimos suspiros. Apenas anunciava, com indiferença, seus planos. Ignorantes e alheios, os demais olhavam para ele mais como quem olha para si e nada vê do mundo de fora, cegos que estavam na suas próprias desesperanças.
Ainda naquela época, antes de todos os prés e antes que antecederam a história tal qual ela é e foi, ele se via de costas, partindo em uma direção qualquer mas sempre oposta. Não imaginava tanta bagagem, tanto adeus, tantos pedidos de desculpas. Tanto desamor. 

Anúncios

Sobre Amanda

Atriz da Cia CemCulpas e escritora de meia tigela.

Uma resposta »

  1. Realmente é um texto para se amar! Mas olha lá que tem que ter créditos pra Dani pela introdução do desamor nas nossas vidas. HAHA

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: